01 setembro, 2008

Dúvidas Língua Portuguesa

1ª) Alerta OU alertas?
Leitor quer saber se “eles precisam ficar mais alerta OU alertas”.
O correto é “eles precisam ficar mais alerta”.

Nessa frase, ALERTA é advérbio, por isso não se flexiona (gênero e número).
ALERTA vai para o plural quando funciona como adjetivo: “pessoas alertas”, “soldados alertas”.

ALERTA pode ser também um substantivo masculino (= sinal, ordem, aviso para estar vigilante): “Deu vários alertas”.

2ª) Patriota OU patriótico?

Leitor quer saber qual a forma correta: “Precisamos de dois voluntários patrióticos OU patriotas”. O mais adequado é “voluntários patriotas”.

A princípio, patriota e patriótico podem ser dois adjetivos sinônimos. Na prática, a diferença é que usamos PATRIOTA para “quem ama a pátria” e patriótico para tudo aquilo que é “relativo à pátria”: “voluntários patriotas”, “cidadão patriota”; “sentimentos patrióticos”, “ato patriótico”.

3ª) Super-terça OU superterça?
Com ou sem hífen?

Com os prefixos INTER, HIPER e SUPER, só usamos hífen se a palavra seguinte começar por “H” ou “R”: inter-regional, inter-racial, hiper-humano, hiper-resistente, super-herói, super-homem, super-reação, super-requintado…

Assim sendo, devemos escrever SUPERTERÇA sem hífen, “tudo junto” como se diz popularmente. Esta regra não será alterada com a nova reforma ortográfica.

4ª) Infartar OU enfartar?
Tanto faz. Nossos principais dicionários e o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, publicado pela Academia Brasileira de Letras, registram as duas formas.

Para o substantivo, há registro de quatro formas: infarte, infarto, enfarte e enfarto.

5ª) Migrar OU emigrar OU imigrar?
Leitor quer saber qual é a forma correta.
A melhor resposta é “depende do caso”.

EMIGRAR é “sair de um país para viver em outro”: “Todo ano muitos brasileiros emigram para os Estados Unidos”. O prefixo “e(x)-“ significa “movimento para fora”: emergir, exportar, externar, expulsar;

IMIGRAR é “entrar, estabelecer-se em país estrangeiro”: “Muitos japoneses imigraram para São Paulo”. O prefixo “i(n)-“ significa “movimento para dentro”: imergir, importar, internar, ingerir.

MIGRAR é “mudar de lugar, região, país…” Isso significa que podemos usar o verbo MIGRAR como sinônimo de EMIGRAR e IMIGRAR. Quando não houver a idéia de “entrada ou saída”, só a de “movimento, mudança”, o mais adequado é usar o verbo MIGRAR: “Durante o inverno muitas aves migram para o hemisfério sul”.

6ª) Zoar OU divertir?
Leitor quer saber se são palavras sinônimas.
Vejamos o que dizem os dicionários:

a) ZOAR = “fazer grande ruído, emitir ou produzir som forte e confuso”. No Brasil, no uso informal, é usado com o sentido de “fazer troça de, rir de alguém ou fazer-lhe uma brincadeira, por divertimento; caçoar, gozar”.

http://colunas.g1.com.br/portugues/= “entreter(-se) com brincadeiras, distrair(-se); rir ou fazer rir; alegrar(-se)”.

Em razão disso, chegamos à conclusão de que não são palavras sinônimas. Dizer que “os alunos estão se divertindo com os colegas” não significa que estejam “zoando dos colegas”.

7ª) Oxímoro OU oximoro?
Leitor quer saber a correta pronúncia: proparoxítona (com acento agudo no “i”) ou paroxítona (sem acento gráfico).

A pronúncia oficial recomendada pelos dicionários é a de paroxítona e com timbre aberto na sílaba tônica (/mó/). Em razão disso, devemos escrever sem acento gráfico: oximoro.

Oximoro é palavra de origem grega. É uma “figura em que se combinam palavras de sentido oposto que parecem excluir-se mutuamente, mas que, no contexto, reforçam a expressão: obscura claridade, música silenciosa”.

fonte:
Blog do Professor Sérgio Nogueira

Um comentário:

marta disse...

Gostaria de saber qual é a classificação morfológica das palavras:
interno, grátis, agora, internacional, estacionamento, dentro, exclusivo e negócios.
Grata
Marta Matos